Brasil, Rio Grande do Norte Natal

Natal – Rio Grande do Norte

Natal – Rio Grande do Norte é um município brasileirocapital do estado do Rio Grande do Norte, na Região Nordeste do país. Pertence à Mesorregião do Leste Potiguar e à Microrregião de Natal. Com uma área de aproximadamente 167 km², é a segunda capital brasileira com a menor área territorial, maior apenas que Vitória, capital do Espírito Santo, fazendo desta a sexta maior capital do país em densidade populacional, distando 2 227 quilômetros de Brasília, a capital federal. Fundada em 1599, às margens do Rio Potenji, a cidade é conhecida mundialmente[14] e conta com importantes monumentosparques e museus e pontos turísticos, como o Teatro Alberto Maranhão e a Coluna Capitolina Del Pretti, no Centro Histórico, além de outras atrações como a Ponte Newton Navarro, o Museu Câmara Cascudo, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, o Museu de Cultura Popular, o Parque das Dunas, a Catedral Metropolitana e praias como Ponta Negra e dos Artistas, e eventos de grande repercussão, como a Feira Internacional de Artesanato (FIART), o Carnatal, as festas juninas e as comemorações natalinas. É também conhecida como a “Capital Espacial do Brasil”, devido às operações da primeira base de foguetes da América do Sul, o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, hoje localizada no município limítrofe de Parnamirim. Historicamente, a cidade teve grande importância durante a Segunda Guerra Mundial em 1942 durante a Operação Tocha, já que os aviões da base aliada americana se abasteciam com combustível no lugar onde durante muito tempo foi o Aeroporto Internacional Augusto Severo, sendo classificada como “um dos quatro pontos mais estratégicos do mundo”. Natal é considerada como a porta de entrada para o turismo no Rio Grande do Norte. São mais de dois milhões de turistas por ano.[213] A cidade possui diversas atrações turísticas espalhadas pelo seu território, como o Canto do Mangue – local onde pode ser visto um dos mais belos pôr do sol da cidade,[214] -, a Catedral Metropolitana – inaugurada em 1988 e sede da Arquidiocese de Natal -,[215] o Centro Histórico – onde se localizam importantes monumentos como o Espaço Cultural Palácio Potengi, o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, o Memorial Câmara Cascudo, o Museu de Arte Sacra e o Museu da Cultura Popular -,[216] o Farol de Mãe Luíza – que está localizado no bairro Mãe Luíza e tem seu nome em homenagem a uma velha parteira que também deu seu nome ao farol -,[217][218] a Fortaleza dos Reis Magos – construída em 6 de janeiro de 1598 (dia dos reis magos, daí seu nome) e considerada como o marco inicial da cidade -,[219] o Mercado da Redinha – uma das principais atrações da Redinha, uma antiga vila de pescadores e atualmente muita frequentada por pescadores natalenses -,[220] o Museu Câmara Cascudo – já citado anteriormente -, o Parque das Dunas – área protegida com uma reserva de 1 172 hectares de Mata Atlântica, localizada dentro da área de urbana de Natal -,[221] a Praça das Flores – que está localizado no bairro Petrópolis e conta com vários pontos de lazer, como bares e restaurantes -,[222] a Praia de Ponta Negra – localizada a quatorze quilômetros do centro da cidade, onde se encontra o Morro do Careca, um dos mais belos cartões-postais de Natal -,[223] o Praia Shopping – importante polo gastronômico da zona sul da cidade -,[224] o Shopping Midway Mall – principal shopping do Rio Grande do Norte e um dos maiores do Nordeste, construído em uma área de mais de trezentos mil metros quadrados –[225] e o Teatro Alberto Maranhão – já citado anteriormente. Além destes, outros pontos turísticos de Natal são a Capitania das Artes, a Casa de Itajubá, a Casa de Padre João Maria (onde se situa o Museu do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), o Casarão Junqueira Aires, o Centro Municipal de Artesanato, o Centro de Turismo, a Coluna Capitolina Del Pretti, o Espaço Cultural Palácio Potengi, a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, a Orla Marítima, o Palácio Felipe Camarão, o Papajerimum, o Parque da Cidade, a Pedra do Rosário, a Ponta do Morcego, a Ponte Newton Navarro, o Pórtico Monumental, a Praça de Santa Cruz da Bica, o Rampa e a Rua Chile.[11] A vida noturna natalense é garantida e valorizada principalmente nas praias de Ponta Negra, dos Artistas, na Ribeira, que recebe vários artistas locais, nacionais e internacionais dos mais variados estilos no Festival DoSol [227] e com a ocupação do bairro na iniciativa chamada Circuito Cultural Ribeira, na Via Costeira e em vários bairros do centro, como Petrópolis. Na praia de Ponta Negra, um dos mais recentes centros de vida noturna de Natal, há uma diversa quantidade de bares e restaurantes movimentados, com músicas ao vivo cantadas em diversos estilos, como axé musicforrójazzMúsica Popular Brasileira (MPB), música latina e rock. Na Praia dos Artistas, vários turistas frequentam os bares e restaurantes; nessa mesma praia está localizado o Complexo de Lazer Chaplin, que é a discoteca mais conhecida de Natal, com várias pistas de dança e música cantada, seja do Brasil ou do exterior. No Centro de Turismo, também localizado na praia dos Artistas, há o tradicional Forró com Turista, evento que acolhe música regional nas quintas-feiras. No bairro da Ribeira, especialmente na Rua Chile, os vários estabelecimentos ali instalados ofecerem noites animadas, principalmente por grupos de rock.[228][229]

 

Read more      Wikipedia

Tags: , , , , , , ,

Trackback from your site.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.
%d bloggers like this: