Brasil, Amazonas, Manaus

Manaus – Amazonas

Manaus – Amazonas (IPA[mɐ̃ˈnaʊ̯s] ou IPA[maˈnaʊ̯s]) é um município brasileirocapital do estado do Amazonas, localizado na Região Norte do país. É uma cidade histórica e portuária, localizada no centro da maior floresta tropical do mundo.[12] Pertence à mesorregião do Centro Amazonense e à microrregião homônima. Situada na confluência dos rios Negro e Solimões,[13] é uma das cidades brasileiras mais visitadas por turistas,[14] o que a coloca como o décimo maior destino turístico do país.[15][16] Destaca-se pelo seu patrimônio arquitetônico e cultural, com notáveis museus, teatros, templos, palácios e bibliotecas. Está localizada no extremo norte do país, a 3 490 quilômetros de Brasília.[5]vegetação da capital é densa, e tipicamente coberta pela floresta Amazônica. Com uma flora diversificada, abriga vários tipos de plantas, além da vitória-régia, uma espécie aquática ornamental. Existem plantas bem próximas umas das outras, o que torna a vegetação úmida e impenetrável. Há espécies com folhas permanentes, encarregadas de deixar a floresta com um verde intenso o ano todo.[74] Manaus é tida como a “Capital Ambiental do Brasil”, pelo seu notável recurso natural. Cerca de 98 % dos 11.401,058 km² da área rural do município está intacta.[94] No entanto, cerca de 9,6 mil hectares de área verde, nos limites urbanos do município, estão desmatados ou em estado de degradação ambiental, correspondendo a 22% da área urbana manauense, segundo pesquisas do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam).[56] Toda a fauna da floresta tropical úmida presente na Amazônia também se encontra na cidade. Nas áreas rurais do município, há inúmeras espécies de plantas e pássaros, inúmeros anfíbios e milhões de insetos.[95] Os grandes mamíferos da água, como o Peixe-boi e o Boto, são encontrados principalmente em regiões sem muita movimentação do rio Negro, em lagos encontrados no bairro Tarumã e também em alguns reservatórios da cidade, como o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA). Algumas árvores de origem amazônica, como a Andiroba e Mafumeira (também conhecida como Sumaúma), são cultivadas em parques da cidade, como o Parque do Mindú e o Parque Estadual Sumaúma.[96] Este último recebe este nome em razão da grande quantidade de árvores mafumeiras que possui e é atualmente um parque estadual.[97] Répteis como tartarugascaimões e víboras também ali habitam. Há pássaros e peixes de todas as espécies, plumagens e peles. Em algumas regiões ao longo do rio Amazonas, floresce a planta Vitória-régia, cujas folhas circulares chegam a mais de um metro de diâmetro.[98] Há importantes parquesreservas ecológicas e espaços públicos no município, com boa parte deles sendo administrada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMMAS), Secretaria de Estado da Cultura (SEC) e Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (SDS). Alguns destes espaços são o Parque Municipal do Mindu, o Parque Estadual Sumaúma, o Parque Ponte dos Bilhares, o Jardim Botânico Adolpho Ducke (o maior jardim botânico do mundo),[100] o Parque Senador Jefferson Péres,[101][102] Parque Lagoa do Japiim,[103] entre outros.[104][105] O município é o maior destino de turistas na Amazônia e foi o 8º destino brasileiro mais visitado pelos estrangeiros em 2013.[216] Há um significativo número de hotéis de selva em sua região metropolitana, que funcionam também como atrativos turísticos.[217] Uma das principais atrações turísticas é o Teatro Amazonas, símbolo arquitetônico e cultural datado de 1896 – época áurea da borracha – e Patrimônio Artístico Cultural do estado do Amazonas.[218]

 

Read more      Wikipedia

Tags: , , , , , , , ,

Trackback from your site.

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.